Arquipélago-Ásia: Japão impede ativistas taiwaneses de chegar a ilhas disputadas

Brasil entra na mira da Maersk Drilling
25/01/2013
Guiana: brasileiros podem estar entre mortos
25/01/2013

Arquipélago-Ásia: Japão impede ativistas taiwaneses de chegar a ilhas disputadas

FONTE: A CIDADE

SÃO PAULO, SP, 24 de janeiro (Folhapress) – Navios da Guarda Costeira Japonesa atiraram com canhões de água e alertaram, com megafones, para barrar um barco com ativistas taiwaneses que tentava atracar nas ilhas disputadas por Japão e China.

Os guardas alertaram que os ativistas – e os quatro veleiros da Guarda Costeira taiwanesa que os escoltavam – deveriam sair da região em volta ao arquipélago, chamado de Senkaku no Japão, e Diaoyu na China.

As ilhas também são reivindicadas por Taiwan, que as chamam de Tiaoyutai. Os três governos acreditam que há recursos naturais na região, como gás natural e petróleo.

Segundo um porta-voz da Guarda Costeira, os avisos surtiram efeito e os ativistas recuaram. O confronto ocorreu a cerca de 50 quilômetros das ilhas, de acordo com a rede CNN.

Essa seria a terceira vez que a embarcação entre em confronto com a Guarda Costeira japonesa desde junho de 2008, segundo a agência de notícias chinesa Xinhua. Compra

O conflito entre Japão e China se intensificou em setembro, quando o Japão anunciou ter comprado as ilhas, que pertenciam a um dono particular japonês e eram patrulhadas pela Guarda Costeira do país.

Na época, o então vice-presidente chinês e futuro mandatário do país, Xi Jinping, chamou a transação de “farsa”.

A disputa com o Japão provocou uma série de manifestações em cidades chinesas, algumas violentas. Milhares de pessoas protestaram em frente a representações diplomáticas de Tóquio e depredaram carros e empresas de origem japonesa.

 

Compartilhe Isso:

Comentários

comments

Os comentários estão encerrados.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com