Após assembleia, petroleiros vão aderir à greve do dia 30

MPX analisa ativos de gás da OGX
23/08/2013
Investidores minoritários preparam ação judicial contra empresa de Eike Batista
23/08/2013

Após assembleia, petroleiros vão aderir à greve do dia 30

FONTE: A TRIBUNA

Os petroleiros do Sindipetro do Litoral de São Paulo aprovaram, em assembleia realizada na noite de quinta-feira, na sede (Santos) e sub-sede (São Sebastião), a adesão ao Dia Nacional de Paralisações, que acontece no próximo dia 30 de agosto em todo o país.

Os associados, de imediato, aceitaram aderir ao movimento, segundo a assessoria de imprensa. Restou então, ao longo da assembleia, debater e definir a forma de mobilização a ser realizada. Foram votadas duas opções:  greve de 24 horas ou atrasos de duas horas. A primeira opção, paralisação total das atividades, recebeu a maioria dos votos.

Os demais itens deliberados foram aprovados por unanimidade na sede, em Santos, sendo eles: referendar a pauta de reivindicações do ACT 2013/2014; autorizar o Sindicato e a FNP a negociarem o ACT 2013/2014 com o Sistema Petrobrás; preparar mecanismos de mobilizações durante a campanha; e, por fim, aprovar Assembleia Permanente e Estado de Greve.

Litoral Norte

Na sub-sede, em São Sebastião, onde a votação aconteceu em dois horários (ao mesmo tempo em que Santos) e, logo depois, um pouco mais tarde, para atender os trabalhadores da UTGCA, os itens também foram aprovados em sua totalidade. Em apenas um item votado a aprovação não foi por unanimidade.

Isso porque na votação realizada pelos companheiros da UTGCA o primeiro item, que tratava da pauta de reivindicações, teve 19 votos a favor e duas abstenções.

Greve

A mobilização de 30 de agosto é chamada por todas as centrais sindicais e também pela FNP, cujos sindicatos estão engajados em transformar a data em uma pontapé do ACT, somado à luta contra o leilão do pré-sal do campo de Libra.

Além disso, a greve é encarada – tanto na região quanto nacionalmente – como uma continuidade da vitoriosa paralisação nacional de 11 de julho. O objetivo central é pressionar governos e patrões a atenderem as reivindicações dos trabalhadores.

Compartilhe Isso:

Comentários

comments

Os comentários estão encerrados.

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com