Anvisa afirma que 86 foram infectados em navio que atracou no Rio

PF investiga Chevron, após denúncia de uso de areia para conter vazamento Petroleira diz usar métodos aprovados pelo governo para conter vazamento
03/11/2011

Anvisa afirma que 86 foram infectados em navio que atracou no Rio

 

Uma passageira de nacionalidade norte-americana que estava no navio morreu. A vítima pode ter morrido em decorrência de problemas cardiovasculares. O corpo da turista foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) do Rio. Após o laudo será possível identificar a causa da morte e se a PF abrirá ou não um inquérito sobre o caso.
Segundo a Anvisa, os primeiros casos sintomáticos de gastroenterite foram registrados no dia 6 deste mês, quando o navio estava em escala em Valparaíso, no Chile. Hoje existia somente um passageiro os sintomas a bordo.
A Anvisa informou que exige dos navios procedentes do exterior a notificação de suspeita ou confirmação da ocorrência de casos de doenças transmissíveis a bordo com antecedência mínima de 24 horas e máxima de 36 horas antes da previsão de chegada no primeiro porto brasileiro. A Anvisa ressaltou que a comunicação sobre os casos do navio de bandeira holandesa foi feita no prazo previsto.

Estadão

 

Compartilhe Isso:

Comentários

comments

Deixe uma resposta

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com